Encontro trabalha a complexidade do ato de ajudar o próximo

No dia 16 de julho, a enfermeira e terapeuta Ana Paula Ferro irá liderar um encontro com o tema “Ordens da Ajuda”, em que irá falar sobre a ajuda ao próximo, sua importância e complexidade. O encontro é parte de uma série de Vivências de Constelação Familiar, uma terapia cujo objetivo é auxiliar as pessoas em problemas diversos, tais como: relacionamentos pessoais, familiares, amorosos, carreiras, perda de entes queridos, traumas, insegurança, culpa, medo, adoção, doenças, entre outros.

Ordens da Ajuda é título de uma das obras do filósofo alemão Bert Hellinger, que desenvolveu a Constelação Familiar. Em sua obra, Hellinger apresenta as ordens básicas da ajuda que dizem respeito não somente ao dar e receber entre pais e filhos, mas também àqueles que por sua profissão ajudam os outros, como médicos, enfermeiros, terapeutas e assistentes sociais.

Segundo o alemão, a ajuda pode ter êxito mais facilmente quando essas ordens são respeitadas. Na vivência de sábado, Ana Paula irá mostrar quais são elas e o quão profundo é pedir e oferecer ajuda, tendo em vista que ambas as partes possuem seus anseios e expectativas.

Quem tiver interesse em participar da Vivência de Constelação poderá optar por ser um dos constelados do encontro, ou seja, ter seu sistema familiar movimentado com a participação das pessoas que estiverem presentes.

Sobre as Vivências de Constelação

A terapia das Constelações Familiares considera que podemos entender a nós mesmos e nossos problemas e comportamentos através de experiências de nossos familiares. Hellinger percebeu que em várias gerações, assim como são herdadas aparência física e determinadas habilidades dos familiares, também se repetem padrões negativos de comportamento, bem como algumas doenças. Dessa forma, a Constelação Familiar trabalha nos permitindo identificar e intervir sobre os fatores e influências que limitam nossa atuação e resultados individuais.

O evento, promovido pela Lisboa Desenvolvimento, é realizado periodicamente e conta com temas independentes, ou seja, a não participação em um dos encontros não extingue a possibilidade de participação nos demais. O encontro tem o valor de R$ 50, sendo necessário somente ter mais de 18 anos. Para ser um dos constelados (limite de duas pessoas por vivência) o valor é R$ 350 e não há restrição de idade.

A próxima edição das Vivências de Constelação será neste sábado, 16/07, das 8h30 às 11h30, na FlyAsa, localizada na Av. São Sebastião, 1721, bairro Goiabeiras. As inscrições podem ser realizadas pelos telefones (65) 3653-3361 / 3653-1875 / 8163-0000 e as vagas são limitadas. As próximas edições serão divulgadas no site e nas redes sociais da Lisboa Desenvolvimento.

Leia também

“O Judiciário abraçou de uma forma carinhosa a Constelação Familiar porque viu os grandes resultados desta técnica”, diz terapeuta

A especialista Dalva Umbelina fala sobre a importância das terapias alternativas, como elas são trabalhadas durante uma sessão e em quais pacientes elas devem ser aplicadas.

4 mitos e verdades sobre o Tarô Sistêmico

Esclareça as principais dúvidas sobre esta técnica de orientação e aconselhamento.

Existe cunho religioso nas terapias e técnicas complementares de desenvolvimento humano?

A coach Elen Lisboa responde dúvidas sobre os conceitos e focos por trás de algumas das principais técnicas terapêuticas.

RECEBA NOSSAS NEWSLETTERS
×

Não vá embora ainda!

Antes de sair, olha o que preparamos com muito carinho pra você! :)

Como definir prioridades e alcançar objetivos
eBook
+ Planner mensal
+ Planner semanal